quinta-feira, 18 de agosto de 2011

FAZENDO A DIFERENÇA

Todos nós que declaramos ter Jesus temos vivido de acordo com o que professamos? Ele tem realmente feito diferença na nossa vida e na vida dos outros? A Bíblia afirma que somos testemunhas de Cristo e o mundo requer de nós coerência entre o que falamos e o que praticamos.

No livro de Atos 4.13, esta registrado a diferença que Jesus fez na vida de João e Pedro. Homens simples – mas especiais, sem nenhuma cultura e que, no entanto surpreenderam a todos. Por quê? Porque eram homens que oravam, que buscavam a plenitude do Espírito Santo, que possuíam a fé de que por meio deles Cristo poderia fazer maravilhas. Deus quer nos transformar, pessoas comuns, em pessoas especiais. Basta que oremos e busquemos o revestimento do Espírito sobre nossas vidas. É o Espírito Santo, O Mestre por excelência, que nos ensinará e nos capacitará a ter em nós as qualidades do caráter de Cristo; que nos revestirá de poder para realizar a obra do Senhor. É pelo poder do Espírito Santo que teremos a força, a coragem e a ousadia para testemunhar de Jesus diante do mundo. O mundo esta de olho em cada um de nós, crentes em Cristo, daí a responsabilidade de vivermos o que Paulo ensina em 2Co 3.18 (Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor). É imprescindível que sejamos diferentes do que éramos antes, transformados à semelhança de Jesus, para que todos possam ver Cristo em nós.

A Palavra do Senhor ressalta que “tudo se fez novo”. Essa nova vida deve se manifestar não só na vida pessoal, mas também no modo como nos comportamos no meio em que vivemos. Portanto, o lar é o primeiro lugar onde devemos fazer diferença, onde devemos mostrar as mudanças operadas por Jesus. A igreja, por sua vez, é composta por pessoas que pertencem a famílias distintas e que juntas adoram a Deus. A igreja é uma extensão do lar, consequentemente, o bom testemunho cristão deve iniciar-se no lar. Não se esqueça que onde você estiver a igreja de Cristo esta presente e isto inclui o seu lar. Faça de sua casa o seu ponto de apoio, onde você é um instrumento por meio do qual a graça salvadora de Cristo pode alcançar os seus familiares. É preciso evidenciar Cristo em nós, conscientes de que quem faz a obra é o Espírito santo (Não por força nem por violência , mas pelo meu Espírito, diz o Senhor dos exércitos). Sejamos prudentes, atentos às oportunidades, aproveitando-as  para mostrar o amor de Deus. Esforcemo-nos para que o testemunho de nossas ações fale mais alto que qualquer outra coisa. Participemos das reuniões da igreja, sem negligenciarmos o cuidado com o marido e os filhos. Deus com certeza não aprova esse tipo de conduta. Lembremos que aquilo que fomos no passado e o que somos agora exercerá grande influencia sobre aqueles que nos cercam.

O apóstolo Paulo tinha um grande zelo pelas tradições religiosas de seus pais, mas quando a sua vida foi transformada pelo poder de Deus, prontamente mudou de rumo, tornando-se um ativo mensageiro das Boas Novas. Quantas vidas foram beneficiadas pela nova vida de Paulo. Ainda hoje, seus ensinos ecoam por todo o mundo, porque ele resolveu ser uma benção para os outros.Que possamos ser uma benção, vivenciando a nossa fé por meio de boas obras, convictos que de maneira alguma elas nos conduzirão à salvação  e jamais levará o homem a Deus, porém glorificará o Nome de Jesus. Tiago 2.26 diz: Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta. Que possamos fazer diferença diante do mundo e da nossa família revelando nossa fé por meio de nossas obras.



Um comentário:

  1. Mto boa a meditação mae!
    Deus continue assim te abençoando! te amo!!!

    ResponderExcluir