segunda-feira, 7 de outubro de 2013

“TESOUROS EM VASOS DE BARRO”



Porque, mesmo quando chegamos à Macedônia, a nossa carne não teve repouso algum; antes em tudo fomos atribulados: por fora combates, temores por dentro.
 (2Co 7:5)
Meditando na vida do apóstolo Paulo após sua conversão, percebemos que o mesmo foi alvo contínuo de contendas e disputas, perseguido e oprimido pelos temores “interiores”. E não são raras as vezes que nos perguntamos por que O Senhor permitiu que o Seu servo fiel ficasse exposto a tantos problemas e dificuldades? Afinal, não custaria nada ao Deus todo poderoso guiá-lo por caminhos fáceis e agradáveis. Hoje é exatamente igual: O Senhor continua conduzindo os Seus filhos por caminhos repletos de dor, enfermidades e adversidades. Por quê? Porque é exatamente na nossa fraqueza que Deus quer revelar todo o Seu poder!
Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus, e não de nós.
Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados.
Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos;
 (2Co 4:7-9)

Era costume naquele tempo esconder tesouros dentro de vasos de barro simples – foi em vasos como esses que os Rolos do Mar Morto e outros tesouros foram encontrados. Paulo, inspirado pelo Espírito Santo, quer trazer ao nosso coração a consciência de nossa fragilidade humana, tão bem representada na figura do “vaso de barro”, mas, que jamais será derrotada devido ao “tesouro” celestial que habita em nós. Ele quer que a gente creia que nas situações mais difíceis da vida há tesouros escondidos, quando por meio delas crescemos na fé e confiança em Deus.

Somos um “vaso de barro” que passa por tristezas, dor, lágrimas, aflições, perplexidades, sofrimentos... Entretanto, são justamente essas coisas que nos tornam receptivos à graça abundante de Cristo e permite que Sua vida seja manifestada em nossos corpos.

E assim nós, que vivemos, estamos sempre entregues à morte por amor de Jesus, para que a vida de Jesus se manifeste também na nossa carne mortal.
 (2Co 4:11)

5 comentários:

  1. Boa noite Valdenice :)
    A graça de Deus nos capacita a enfrentar sofrimentos,tristezas e aflições,justamente nesses períodos encontramos os tesouros escondidos...
    Linda mensagem.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Valdenice!
    Boa postagem e pra mim, faz todo o sentido, afinal, muito de nós, só olhamos para cima quando chegamos ao fundo do poço, pois aí, não há mais pra onde olhar.
    E por mais difícil que possa parecer andar na companhia de Jesus, sem Ele, com certeza, é muito pior.

    Abração esmagador e um final de semana abençoado.

    ResponderExcluir
  3. Curta nossa pagina no Facebook do blog A Única Verdade Bíblica no e receba nossas atualizações... copie e cole em: https://www.facebook.com/pages/A-%C3%9Anica-Verdade-B%C3%ADblica/534588933284886

    Blog A Única Verdade Dentro de sua Própria Bíblica no e receba nossas atualizações. em: http://www.aunicaverdadeemsuapropriabiblia.blogspot.com.br/

    Deus abençoe

    ResponderExcluir
  4. Oi Val!
    Obrigada por ter ido lá no meu cantin amiga, deu pra matar um pk as saudades de vc!
    Sabe umas das passagens que amo muito da bíblia é esta que fala da nossa fragilidade mas ao mesmo tempo de como nosso Deus é poderoso!
    Vim te fazer um pedido desta vez amiga, volta lá no meu cantin... eu estou tentando incentivar a minha irmã a abrir um blog das fotos lindas que ela tira, porque acho lindas mesmo e acho que fará um bem enorme pra ela, dá uma forcinha tah bj
    Marly

    ResponderExcluir
  5. oi eu conheci o seu blog no blog como as cerjas da minha janela eu gostei muito eu vou mim escreve com seguidora ta, eu tb tenho um blog to começando agora se vc pude mim visita pra mim ta uma focinha http://flaviamariavieira.blogspot.com.br/ eu vou aguada a sua visita ta fica com DEUS♥

    ResponderExcluir